Olá, querido amigo!

Se você já teve a felicidade de participar de um de nossos encontros anuais conhecidos como CAUS, você certamente percebeu que além de uma atmosfera excepcional de cooperação, amor, alegria e cristianismo, a nossa alimentação é um pouco diferente daquelas proporcionadas em outros encontros de jovens, acampamentos ou reuniões. Nós nos preocupamos em cuidar da alimentação de cada congressista para que o seu corpo e sua mente estejam em perfeito estado para o estudo da Bíblia, para a troca de experiências e o bom convívio durante os dias que estivermos juntos. Além disso, cuidar da alimentação de cada congressista durante o CAUS é uma maneira de incentivá-los a ter uma vida mais saudável fora do congresso.

O CAUS é um congresso para universitários feito por universitários. Por essa razão, nós entendemos que a sua vida acadêmica é corrida e que provavelmente, como todo universitário, você não tem muita grana. É por essa razão que nós queremos compartilhar algumas receitas do “O INCRÍVEL LIVRO DE RECEITAS DO CAUS” (ok, nós não temos um livro de receitas, mas bem que poderia ser verdade!), que são receitas deliciosas e saudáveis, além de fáceis de fazer! Pegue o bloquinho, a caneta, o avental e corra para a cozinha, porque hoje vai ter um pãozinho de queijo sem queijo!

INGREDIENTES

  • 5 ou 6 mandioquinhas médias
  • 4 xícaras de chá de polvilho doce
  • 1 xícara de chá de polvilho azedo
  • 1 xícara de chá de azeite extravirgem
  • 1 xícara e 1/2 de chá de água bem quente
  • Sal a gosto.

MODO DE PREPARO

Cozinhe a mandioquinha e depois amasse bem para formar um purê.  Misture esse purê com o polvilho doce e azedo e o sal.  Acrescente aos poucos o azeite e continue misturando. Por último, acrescente a água. Misture tudo até conseguir uma massa homogênea. Faça bolinhas pequenas com as mãos. Preaqueça o forno e asse em forno baixo/médio (aproximadamente 180º) por mais ou menos 40 minutos. O melhor modo para saber se está pronto é espetar um garfo ou palito num pãozinho.  Se o garfo ou palito sair limpo, os pãezinhos já estão prontos!

“O pecado do comer intemperante, do comer com demasiada freqüência, do comer demais e alimentos ricos e não saudáveis, destrói a saudável ação dos órgãos digestivos, afeta o cérebro, perverte o juízo, impedindo o pensamento e a ação racionais, calmos, saudáveis. (…) Portanto, para que o povo de Deus esteja numa situação aceitável com Ele, que lhe permita glorificá-Lo no corpo e no espírito, que Lhe pertencem, precisa com interesse e zelo negar a satisfação de seus apetites, exercendo temperança em todas as coisas. Então pode ele compreender a verdade em sua beleza e pureza, e manifestá-la em sua vida, e mediante uma conduta sábia, judiciosa, correta, evitar de dar aos inimigos de nossa fé qualquer ocasião para desacreditar a causa da verdade.” — Testimonies for the Church 1:618, 619 (1867).


 

13787_815270745220687_6094979886010584946_n

 

Autora: Eduarda Carriel, a Duda, quer uma casa cheia de livros e um jardim cheio de flores.