Sexta-feira 26 de fevereiro foi de festa para o grupo da SAU de São José dos Campos, interior de São Paulo. Com direito a bolo, refrigerante, salgados e guloseimas a celebração foi do aniversário de um ano das reuniões de oração que acontecem semanalmente no Parque Santos Dummont, zona central da cidade. A festa ainda foi matéria da ASN.

A ideia do surgimento do Pôr do Sol veio da SAU e tinha o objetivo de criar um ambiente informal que proporcionasse a comunhão com Deus, apoio e proximidade dos jovens que estivessem no contexto universitário e muitas vezes sozinhos, um ambiente sem preconceito para levar os amigos cristãos e não cristãos. O pontapé inicial aconteceu após o retiro espiritual de 2015, quando a ideia tomou força e serviu como reencontro para cinco amigos que tinham participado do retiro, com direito ao convite de um amigo de outra denominação. Com isso, o primeiro Pôr do Sol foi realizado por Amós Silva, Fernando Silva, Eber Goulart, Eduardo Menezes, Arthur Porto e Victor Covre, colega de faculdade de Amós e Fernando.

“Tudo começou depois que eu vim de São João do Meriti (RJ) para estudar aqui na cidade e não tinha amigo algum e nem familiar por perto. Foi aí que junto com outros amigos decidimos fazer um culto de pôr-do-sol no parque e chamamos mais gente. O grupo foi crescendo e crescendo, que logo vamos ter que dividir”, comenta o estudante Fernando Silva, aluno de Engenharia Aeroespacial no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

O encontro semanal que começou com apenas seis pessoas foi crescendo passo a passo e chegou a reunir em seu aniversário em torno de setenta pessoas. O grupo, que começou basicamente com graduandos, hoje tem a presença de alunos de cursinho, graduação, mestrado, doutorado e pessoas formadas. As reuniões ocorrem todas as sextas, sendo que nem mesmo no dia 25 de dezembro de 2015, deixou te haver o encontro.

Pôr-do-sol SAU - São José em 25 de dezembro de 2015

Pôr-do-sol SAU – São José em 25 de dezembro de 2015

A fórmula do encontro é bem simples, mas a diferença está no encontro entre jovens da mesma faixa etária, que falam a mesma língua, passam pelas mesmas dificuldades e que não encontram barreiras para se relacionar.

“A gente se reúne para cantar, orar, ouvir conselhos e estudar a Bíblia Sagrada, algo simples, mas cativante. Depois a gente fica conversando, canta e come um pouco, e isso tudo é tão bom que muitas vezes a gente não percebe, mas o guarda do parque precisa pedir para gente sair porque deu 22h. Hoje, 90% dos meus amigos em São José são do Pôr-do-Sol”, conta o Fernando.

O encontro, organizado por adventistas, não restringe seu público e chamou a atenção e a simpatia de católicos, evangélicos e simpatizantes da fé cristã. Um dos exemplos é o de Emília Burgomeister, que veio às primeiras reuniões e apenas ouviu, hoje vai sempre as reuniões é muito envolvida convidando todas as pessoas que pode para os encontros de sexta-feira. Outro exemplo é o de Lilian Souza, que frequenta as reuniões do Pôr do Sol mesmo pertencendo a outra denominação cristã.

 Da esquerda para a direita: Lilian Souza e Emília Burgomeister

Da esquerda para a direita: Lilian Souza e Emília Burgomeister

“Antes eu frequentava uma igreja protestante aqui de São José, e quando comecei a frequentar o templo central da Igreja Adventista sentia que faltava algo, já que era muito acostumada com os encontros em células dos jovens. Foi aí que conheci o Fernando e o Amós, que me convidaram para participar desse pôr-do-sol no parque. Era o que faltava. Hoje não perco por nada, pode estar chovendo, eu venho”, ressalta.

A Coordenação Geral da SAU agradece a Deus por guiar e abençoar a SAU – São José dos Campos. Agradecemos também à equipe regional, liderada pelo Amós e ao apoio da Associação Paulista do Vale à essa unidade da SAU.

O grupo, que representa a SAU em São José dos Campos, se reúne todas as sextas a partir das 19h no Parque Santos Dummont, no cruzamento da Avenida Adhemar de Barros com a Rua Engenheiro Prudente Meirelles de Moraes, nº 1000, na Vila Adyana, bem ao lado do SESC São José. Para mais informações, você pode entrar em contato com um dos responsáveis pelo grupo, Amós Silva, pelo telefone (012) 9.8301-0571.

Para mais informações sobre os encontros acesse a página do Pôr-do-sol no Parque ou o grupo no facebook e fique atento para as próximas ações.

Da esquerda para a direira, Pr Charlys, Fernando, Amós, André, Felipe Carmo, Iury, Felipe Manoel e Daniel. Sendo estes últimos Amigos alunos do ITA que aceitaram o convite de participar do encontro de aniversário.

Da esquerda para a direira, Pr Charlys, Fernando, Amós, André, Felipe Carmo, Iury, Felipe Manoel e Daniel. Sendo estes últimos Amigos alunos do ITA que aceitaram o convite de participar do encontro de aniversário.